Info: este não é o changelog para o versão estável mais recente 4.14.3
ver todos os changelogs

Pro v1.5.6 com camada de importação / exportação e mais está disponível

No pro v1.5.5, removi o código para compatibilidade retroativa com o WordPress <3.3, pois esta é a versão necessária para usar o Maps Marker Pro. Uma parte disso foi o carregamento de javascript no cabeçalho html em cada página, em vez do rodapé, somente quando um código de acesso é usado. Infelizmente, alguns temas e plugins não podem lidar com isso adequadamente e como não posso suportar todos os temas disponíveis, decidi adicionar novamente essa opção e oferecer aos usuários uma opção de fallback se a exibição de seus mapas falhar.

Além disso, decidi adicionar todos os novos recursos e otimizações, que na verdade devem ser incluídos na próxima versão principal. Por favor veja abaixo para mais detalhes.


Deixe-me saber o que você pensa sobre este novo lançamento de enviando uma revisão!

Se você deseja manter-se atualizado com o desenvolvimento mais recente do Maps Marker, siga @MapsMarker no twitter (= atualizações mais recentes), em Facebook, Google+ ou assine notícias via RSS ou através RSS / email.

Eu também gostaria de convidar você para se juntar ao nosso programa de afiliados que oferece comissões de até 50%.


Mas agora vamos ao destaque do pro v1.5.6:

importação e exportação de mapas de camadas como arquivo CSV / XLS / XLSX / ODS

Com esta versão, agora também é possível importar e exportar mapas de camadas como arquivo CSV / XLS / XLSX / ODS:

importar-exportar-novo

Isso elimina a desvantagem que a função de importação / exportação tinha até o momento: se você desejasse mover todos os marcadores de um site para outro, anteriormente era necessário criar todos os mapas de camadas manualmente, caso contrário, todos os marcadores não seriam atribuídos a uma camada na importação. Agora você pode primeiro exportar / importar todas as camadas e depois exportar / importar todos os marcadores, se desejar mover completamente todos os mapas para outro site.

Por favor, veja https://www.mapsmarker.com/import-export para mais detalhes e documentação.

suporte para carregamento SSL condicional de Javascript no Google Maps

Até agora, a necessidade javascript do Google para que o Google Maps fosse exibido corretamente era carregada por padrão via https. John, da China, descobriu que isso estava causando problemas de desempenho em seu servidor, resultando em um atraso notável ao usar o Google Maps como mapa base (obrigado pelo relatório!). Não tenho certeza se esse é um problema específico da China, pois também aprendi que, com determinadas configurações de servidor da Web, o carregamento de recursos mistos via https pode resultar em pior desempenho.

De qualquer forma, mudei isso agora com o pro v1.5.6 e carrego o Google Javascript apenas via https, se o site também for carregado via https.

opção adicionada novamente para carregar o javascript no cabeçalho

Conforme mencionado na introdução, alguns usuários tiveram problemas, pois a opção de enfileirar o javascript no cabeçalho foi removida com o pro v1.5.5.

Para aumentar a compatibilidade com os temas (especialmente aqueles que não seguem os padrões do WordPress), decidi adicionar novamente essa opção em Configurações / Misc / Configurações gerais:

scripts-cabeçalho-rodapé-novo

O padrão é "rodapé" e é recomendável apenas mudar isso, se você estiver recebendo o erro "O mapa não pode ser exibido" no frontend e já tiver verificado que o arquivo footer.php no seu tema também inclui o código <? php wp_footer (); ?>

Esteja ciente de que, se você atualizar da versão lite para a versão pro e já tiver alterado essa configuração, precisará alterar essa configuração novamente. Desculpe, mas devido a limitações técnicas, não consegui adicionar uma solução de fallback aqui. De qualquer forma: a maioria dos usuários não precisa se preocupar com essa configuração, pois a maioria dos temas é compatível com o Maps Marker Pro imediatamente.

Agora, os ícones nos mapas de marcadores e nos mapas de camadas centralizam o ícone no back-end.

Sascha relatou um erro, dizendo que ele não pode mover os ícones de marcador nas páginas de back-end. Acabou que ele queria arrastar intuitivamente o ícone com o mouse e movê-lo para a nova posição. Até a versão 1.5.5, mover um ícone de marcador para uma nova posição no mapa no back-end tinha que ser feito com um clique do mouse - o que agora vejo não é tão intuitivo para algumas pessoas.

Então, mudei isso agora com o pro v1.5.6: os ícones de marcadores nos mapas de marcadores e o ícone do centro da camada nos mapas de camadas também podem ser arrastados pelo mouse (a realocação via clique do mouse ainda funciona).

Outras otimizações de desempenho

  • consultas mysql otimizadas para listar todas as páginas de administração de marcadores e georss-feeds (removendo a função concat () -)

Outras otimizações e mudanças

  • adicionada verificação se o navegador suporta window.console para exibir informações de status da faixa GPX no back-end
  • use o nome do plug-in “Maps Marker Pro” em vez de “Leaflet Maps Marker” para textos em verificações de inatividade de plug-ins e para wp_nonce-messages
  • renomeado plugin de "Leaflet Maps Marker Pro" para "Maps Marker Pro" na página de plug-ins do WordPress para melhor consistência

correções de bugs

  • verificação de importação de marcador pode falhar sob certas circunstâncias
  • exibição de CSS personalizado removida nas páginas de mapa de back-end no WordPress <3.7 (= bug resolvido com o WordPress 3.7)

Atualizações de traduções

Graças a muitos colaboradores motivados, esta versão vem com as seguintes traduções atualizadas:

Se você quiser contribuir com traduções (algumas precisariam de atualizações), visite https://translate.mapsmarker.com/projects/lmm Para maiores informações. Observe que os tradutores também são compensados ​​por sua contribuição - por exemplo, se uma tradução for concluída com menos de 50%, o tradutor receberá um pacote de 25 licenças grátis no valor de € 199 como uma compensação pela conclusão da tradução para 100%.

Outlook - meus planos para o próximo lançamento

Pretendo fazer mais uma versão menor (v1.5.7) com aprimoramentos para a API e ferramentas do MapsMarker, antes de passar para a v1.6, focada na integração do Google Street View. Com a v1.7, focarei na filtragem de camadas no frontend.

Por favor, também veja o roteiro para uma programação detalhada dos recursos planejados e assine este blog (via RSS or Email) ou siga @MapsMarker no twitter (= atualizações mais recentes) se você deseja manter-se atualizado com as últimas notícias de desenvolvimento.

Registro de alterações completo

importação e exportação de mapas de camadas como arquivo CSV / XLS / XLSX / ODS
suporte para carregamento condicional SSL de Javascript no Google Maps para aumentar o desempenho (thx John!)
opção adicionada novamente para carregar o javascript no cabeçalho (para conflitos com determinados temas e plugins, padrão: rodapé)
adicionada verificação se o navegador suporta window.console para exibir informações de status da faixa GPX no back-end
Agora, os ícones nos mapas de marcadores e nos mapas de camadas, no centro do backend, também são arrastáveis ​​(thx Sascha, para a dica!)
consultas mysql otimizadas para listar todas as páginas de administração de marcadores e georss-feeds (removendo a função concat () -)
use o nome do plug-in “Maps Marker Pro” em vez de “Leaflet Maps Marker” para textos em verificações de inatividade de plug-ins e para wp_nonce-messages
renomeado plugin de "Leaflet Maps Marker Pro" para "Maps Marker Pro" na página de plug-ins do WordPress para melhor consistência
verificação de importação de marcador pode falhar sob certas circunstâncias
exibição de CSS personalizado removida nas páginas de mapa de back-end no WordPress <3.7 (= bug resolvido com o WordPress 3.7)
Atualizações de tradução
Caso você queira ajudar com traduções, visite o site plataforma de tradução baseada na web
tradução atualizada para o chinês graças a John Shen, http://www.synyan.net e ck
tradução dinamarquesa atualizada graças a Mads Dyrmann Larsen e Peter Erfurt, http://24-7news.dk
tradução holandesa atualizada graças a Patrick Ruers, http://www.stationskwartiersittard.nl
tradução alemã atualizada
tradução atualizada em romeno graças a Arian, http://administrare-cantine.ro e Daniel Codrea, http://www.inadcod.com
tradução atualizada para o espanhol graças a Alvaro Lara, http://www.alvarolara.comVictor Guevara, http://1sistemas.net e Ricardo Viteri, http://www.labviteri.com
Problemas conhecidos
as cores personalizadas do cluster de marcadores não aparecem nos mapas da camada de back-end se o WordPress <3.7 for usado - a atualização é recomendada!

mostrar changelogs anteriores

Como baixar / atualizar

A maneira mais fácil de atualizar é usar o processo de atualização do WordPress: faça login com um usuário que tenha privilégios de administrador, navegue até Painel / Atualizações, selecione plugins para atualizar e pressione o botão “Atualizar Plugins”.

O plug-in pro verifica a cada 12 horas se uma nova versão está disponível. Você também pode acionar manualmente a verificação da atualização acessando Plug-ins e clicando no link "Verificar manualmente atualizações" ao lado de "Maps Marker Pro":

verificar se há atualizações-novas

Notas de atualização adicionais para o beta tester

Nenhuma ação adicional na atualização do plug-in é necessária.

Deixe um comentário

XHTML: Você pode usar estas tags: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

en English
X